Domingo, 22 de Fevereiro de 2009
Leões foram reis do derby

 

 

SPORTING VENCE BENFICA E ASCENDE AO 3º LUGAR
Liedson voltou a ser o carrasco dos encarnados

Competição: Liga Sagres (19ª Jornada)
Local: Estádio José Alvalade, Lisboa
Árbitro: Olegário Benquerença
SPORTING: Tiago; Pedro Silva, Daniel Carriço, Polga e Grimi; Rochemback, Izmailov (Tonel 90'+2'), Vukcevic (Pereirinha 74') e João Moutinho; Liedson e Postiga (Derlei 27').
Suplentes não utilizados: Ricardo Batista, Caneira, Romagnoli e Yannick Djaló.
Treinador: Paulo Bento.
Acção disciplinar: Cartão amarelo para Polga (36'), Derlei (48') e Rochemback (67').
Golos: Liedson (11' e 83') e Derlei (48')
Benfica: Moreira; Maxi Pereira, Luisão, Sidnei e David Luiz; Katsouranis, Yebda (Di María 58') e Rúben Amorim (Nuno Gomes 79'); Reyes, Aimar e Suazo (Cardozo 65').
Suplentes não utilizados: Quim, Miguel Vítor, Binya e Carlos Martins.
Treinador: Quique Flores.
Acção disciplinar: Cartão amarelo para Yebda (8'), Aimar (44'), Rúben Amorim (61'), Reyes (76') e Sidnei (77').
Golos: Reyes (37', g.p.) e Cardozo (90')

Por histórico familiar, Quique Flores deve saber de touradas. Ontem, no dérbi de Lisboa, pode ter percebido bem a diferença entre a lide à portuguesa e a que se faz em Espanha. Na primeira parte, o Sporting toureou à lusitana: entrou forte, marcou cedo, mas não matou o touro, permitindo que o Benfica se reorganizasse e chegasse a um merecido empate. Na segunda, porém, o leão não parou de ameaçar Moreira enquanto não lhe deu a estocada final: o cabeceamento de Liedson que, a sete minutos do fim, lhe permitia bisar e colocava o resultado num 3-1 que a equipa de Paulo Bento mais do que justificava, tantas ocasiões de golo falhara antes disso. Cardozo ainda reduziu para o lisonjeiro 3-2 final, mas não a tempo de o Benfica tirar algo do jogo.
Num momento em que, ao Sporting se impunha uma demonstração de qualidade, para mostrar que pode entrar nas contas da luta pelo título, os leões responderam presente e mantiveram a expectativa para a visita ao Dragão. A exibição protagonizada pela equipa na segunda parte foi de tal forma perfeita que nesses 45 minutos fez dois golos, falhou pelo menos mais duas ocasiões claríssimas de ampliar a margem e quase não permitiu que o Benfica se aproximasse da área de Tiago: o primeiro remate dos "encarnados" nesse período surgiu apenas aos 88 minutos. São tão difíceis de perceber as razões pelas quais o Sporting não jogou assim na primeira parte como as que levaram o Benfica a destruir um primeiro tempo interessante com uns segundos 45 minutos de completa desorganização e desinspiração.
O jogo começou com os onzes previsíveis de parte a parte, embora com o leonino mais próximo de um 4x1x3x2 do que do losango a meio-campo. Resultou? Na segunda parte, sim. Na primeira não, apesar da entrada promissora, que deu frutos no golaço de Liedson. O Benfica, porém, soube reorganizar-se e, beneficiando da timidez do meio-campo leonino, tomou conta do jogo. Ameaçou em bolas paradas, onde impunha a estatura dos seus jogadores, e marcou mesmo, de penálti, por Reyes.
No intervalo terá estado o segredo da vitória leonina, pois a equipa regressou com uma disposição diferente. Marcou logo aos 48' por Derlei, mas desta vez não descansou em cima da vantagem: manteve a intensidade, deu rédea solta a Vukcevic e João Moutinho que, com Liedson e Derlei, iam desbaratando a lenta defensiva encarnada. O 3-1, que Liedson e Pereirinha quase conseguiram, aos 55' e aos 75', apareceu mesmo numa combinação dos dois, aos 83'. Nessa altura, já o Benfica jogava com Cardozo em vez de Suazo, Nuno Gomes e Aimar nas suas costas e Di María e Reyes nas alas. Chegou para o paraguaio reduzir, num golpe de cabeça a mostrar quão incompreensíveis são as razões que levam a que fique sempre no banco. E só a classificação final da Liga nos dirá quão importante pode ter sido este golo, que dá ao Benfica a vantagem no confronto directo entre os dois emblemas.

AVALIAÇÕES DA IMPRENSA

O que dizem os jornais sobre a prestação de Miguel Veloso

:: O médio Miguel Veloso não foi opção para esta partida em virtude das queixas dolorosas que o afastaram da preparação da equipa.



publicado por Catarina às 16:38
link do post | comentar | favorito


Bem-vindo (a)! Este é um blog dedicado ao jovem médio do Sporting e da Selecção Nacional Miguel Veloso, que visa trazer as mais diversas informações acerca do jogador e do seu trabalho, além de, obviamente, homenageá-lo e demonstrar-lhe o nosso apoio, pelo que não tem qualquer ligação oficial com o jogador ou o Sporting Clube de Portugal.
O blog é mantido por mim, Catarina Ferreira, desde Abril de 2007 e está em constante actualização. Obrigada pela visita. :) Dúvidas, sugestões ou críticas? Envia-nos um e-mail.


Se gostavas que o teu blog/site figurasse nesta lista, envia-nos um e-mail! :)

Sporting Clube de Portugal
. Site Oficial
. Portal Sporting XXI
. Sporting 100
. Leão da Estrela
. Sporting PlanetaPortugal.com

Futebol
. Fed. Portuguesa de Futebol
. SJPF
. LP de Futebol Profissional
. UEFA

Parceiros
. Leandro Romagnoli Online
.
Gema D'Arte
. O Treinador de Bancada
. Bancada Sul
. Izmailov7
. Ruben Amorim
. Di María 20
. Simão Sabrosa
. Bónus Apostas
. Leão Rampante

Imprensa Desportiva
. Jornal "Record"
. Jornal "A Bola"
. Jornal "O Jogo"
. MaisFutebol
. Desporto10