Segunda-feira, 5 de Janeiro de 2009
"Leões" entram em 2009 com vitória

 

 

 

V. SETÚBAL 0 - 2 SPORTING
Meia hora chegou para uma boa vitória

Competição: Liga Sagres (13ª Jornada)
Local: Estádio do Bonfim, Setúbal
Árbitro: Olegário Benquerença
V. SETÚBAL – Bruno Vale; Janício, Robson, Anderson e Cissokho; Sandro (Leandro Branco, 75 m) , Ricardo Chaves (Leandro Lima, 69 m), Elias e Mateus; Bruno Gama e Laionel (Carrijo, 45 m).
Suplentes não utilizados: Pedro Alves, Bruno Ribeiro, Auri e André Marques.
Treinador: Daúto Faquirá
Acção disciplinar: Cartão amarelo para Anderson (41 m).
SPORTING - Rui Patrício; Abel, Daniel Carriço, Anderson Polga e Marco Caneira; Miguel Veloso, João Moutinho, Vukcevic (Bruno Pereirinha, 60 m) e Izmailov (Pedro Silva, 76 m); Hélder Postiga (Derlei, 72 m) e Liedson.
Suplentes não utilizados: Tiago, Adrien, Romagnoli e Rodrigo Tiuí
Treinador: Paulo Bento
Acção disciplinar: Cartão amarelo para Daniel Carriço (76 e 79 m) e Bruno Pereirinha (86 m). Cartão vermelho para Daniel Carriço (79 m).
Golos: Liedson (16 m) e João Moutinho (30 m).

No primeiro jogo do ano de 2009, o Sporting conquistou mais três pontos, com golos de Liedson e João Moutinho.
O Sporting entrou muito bem no novo ano, tal como Liedson e João Moutinho que mostraram, mais uma vez, uma enorme dinâmica e inspiração, colocando os «leões» a vencer, à passagem da meia-hora, por 2-0.
O Vitória de Setúbal até começou bem o jogo, procurando a posse de bola e criar perigo nas suas jogadas de contra-ataque. Por se apresentarem bastante móveis, os sadinos chegaram a dificultar a tarefa dos «pupilos» de Paulo Bento, especialmente nas marcações. Mas, assim que o Sporting encontrou o caminho para a baliza de Bruno Vale, tudo mudou de figura. O golo marcado por Liedson, aos 16 minutos, gelou a equipa anfitriã, que a partir daí viu o seu meio campo completamente partido e a zona defensiva totalmente desencontrada. Ainda sobre o golo, explicamos que Liedson aproveitou bem uma atrapalhação da defesa sadina e marcou após passe de Abel.
A partir do momento em que os «leões» se colocaram em vantagem no marcador, apenas se viu Sporting. Aliás, não foi difícil chegar ao segundo golo que aconteceu à passagem do minuto 30, por intermédio de João Moutinho. No lance, Liedson recuperou bola de um ressalto e lançou o «capitão» para o caminho de Bruno Vale que viu mais uma vez a bola a entrar na sua baliza.
O domínio «verde e branco» foi total até ao final do primeiro tempo. Descontente com a situação estava, naturalmente, o técnico Daúto Faquirá que aproveitou o intervalo para fazer alterações na sua equipa, colocando Carrijo (um número nove de raiz) no lugar de Laionel, ou seja, um jogador mais fixo entre os centrais do Sporting. No entanto e mesmo em desvantagem o treinador sadino manteve a estrutura de 4x2x3x1, perante o habitual e bem sucedido sistema de Paulo Bento de 4x4x2 losango.
Aos 59 minutos, Abel poderia ter feito o terceiro golo para o Sporting mas na vez de rematar, preferiu atrasar a bola para Liedson que foi obrigado a deixar para Vukcevic que rematou, mas ao lado. Paulo Bento aproveitou o término dessa jogada para fazer a primeira substituição da equipa, fazendo sair Vukcevic (que voltou à condição de titular) e fez entrar Bruno Pereirinha. Com esta alteração, no meio-campo, Izmailov passou a jogar mais descaído para a esquerda, enquanto Pereirinha passou a ocupar-se do lado direito. Respondeu Daúto Faquirá, com a entrada de Leandro Lima, um jogador mais crítico e que procura sempre imprimir mais velocidade à equipa. Mas, Paulo Bento tinha mais um belo trunfo na manga. Lançou Derlei, que não jogava desde Novembro e que apesar de faminto por golos, ainda não conseguiu fazer o que tanto gosta no presente campeonato.
A onze minutos do fim do jogo o Sporting ficou reduzido a 10 unidades, quando o árbitro Olegário Benquerença mostrou o segundo cartão amarelo a Daniel Carriço, num lance em que o central «leonino» quase nem toca em Bruno Gama. Um critério que é de difícil explicação, uma vez que achamos que o árbitro foi demasiado rígido, num jogo que até decorria sem problemas e sem motivos de preocupações a nível disciplinar.
Mesmo assim o Sporting tinha o jogo controlado, até porque Paulo Bento recorreu de imediato a Caneira para jogar ao lado de Polga, fez entrar Pedro Silva (que substituiu Izmailov) para o lado esquerdo da defesa e manteve Abel na direita. Foi uma segunda parte menos eficaz, mas na qual o Sporting não teve dificuldades em gerir o resultado e em trazer mais três pontos para Alvalade.


(Crónica: Site Oficial do Sporting)

 

 

 

 

AVALIAÇÕES DA IMPRENSA
O que dizem os jornais sobre a prestação de Miguel Veloso

:: Não se pode catalogar a sua exibição como displicente, mas esteve longe daquilo que já demonstrou. De regresso às funções favoritas, desaproveitou oportunidade para reclamar a sua "dama".    ( O Jogo )



publicado por Catarina às 18:48
link do post | comentar | favorito


Bem-vindo (a)! Este é um blog dedicado ao jovem médio do Sporting e da Selecção Nacional Miguel Veloso, que visa trazer as mais diversas informações acerca do jogador e do seu trabalho, além de, obviamente, homenageá-lo e demonstrar-lhe o nosso apoio, pelo que não tem qualquer ligação oficial com o jogador ou o Sporting Clube de Portugal.
O blog é mantido por mim, Catarina Ferreira, desde Abril de 2007 e está em constante actualização. Obrigada pela visita. :) Dúvidas, sugestões ou críticas? Envia-nos um e-mail.


Se gostavas que o teu blog/site figurasse nesta lista, envia-nos um e-mail! :)

Sporting Clube de Portugal
. Site Oficial
. Portal Sporting XXI
. Sporting 100
. Leão da Estrela
. Sporting PlanetaPortugal.com

Futebol
. Fed. Portuguesa de Futebol
. SJPF
. LP de Futebol Profissional
. UEFA

Parceiros
. Leandro Romagnoli Online
.
Gema D'Arte
. O Treinador de Bancada
. Bancada Sul
. Izmailov7
. Ruben Amorim
. Di María 20
. Simão Sabrosa
. Bónus Apostas
. Leão Rampante

Imprensa Desportiva
. Jornal "Record"
. Jornal "A Bola"
. Jornal "O Jogo"
. MaisFutebol
. Desporto10