Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008
Sporting cai na lotaria dos «penalties»

 

 

 

SPORTING 1 - 1 FC PORTO (4-5 após g.p.)

"Leões" derrotados após desempate por grandes penalidades

 

Competição: Taça de Portugal (4ª Eliminatória)
Árbitro: Bruno Paixão (Setúbal)
Árbitros assistentes: António Godinho e Paulo Ramos.
Sporting: Rui Patrício; Abel, Caneira, Polga, Miguel Veloso, Rochemback, Moutinho, Izmailov, Romagnoli (Pedro Silva, 68 m), Postiga (Yannick Djaló, 81 m) e Liedson
Treinador: Paulo Bento.
Suplentes não utilizados: Tiago, Carriço, Ronny, Tiuí e Pereirinha
Disciplina: Cartão amarelo para Caneira (54 e 64 m), Polga (64 m), Liedson (73 m), Pedro Silva (76 m), Miguel Veloso (102 m) e Abel (114).
Cartão vermelho para Caneira (64 m).
Golo: Liedson (28 m).
G.P: Miguel Veloso, Tiuí, Moutinho e Polga marcaram. Rochemback e Abel falharam.
FC Porto: Helton; Fucile (Lino, 99 m), Rolando, Bruno Alves, Pedro Emanuel, Fernando, Meireles (Rodriguez, 56 m), Mariano Gonzalez (Tomás Costa, 45 m), Lucho, Hulk e Lisandro
Treinador: Jesualdo Ferreira.
Suplentes não utilizados: Nuno, Stepanov, Tarik e Pelé.
Disciplina: Cartão amarelo para Bruno Alves (36 m), Pedro Emanuel (41 e 82 m), Lucho (46 m), Hulk (64 e 116 m) e Helton (119 m).
Cartão vermelho para Pedro Emanuel (82 m) e Hulk (116 m).
Golo: Hulk (59 m).
G.P.: Lisandro, Tomás Costa, Lino, Bruno Alves e Rodriguez marcaram. Lucho falhou.

O Sporting foi afastado da Taça de Portugal nas grandes penalidades. Liedson adiantou os «leões», Hulk empatou na segunda parte, mas na lotaria dos castigos máximos o FC Porto foi mais feliz.
Mais uma vez, um clássico na Taça, não foi decidido nos noventa minutos, tendo de se recorrer às grandes penalidades para apurar uma das duas equipas. Numa “final antecipada” em Alvalade, o Sporting foi claramente superior na primeira parte, sobretudo devido à organização, solidariedade e agressividade sobre a bola da equipa de Paulo Bento.
O Sporting entrou melhor do que o adversário, e teve nos primeiros minutos algumas jogadas de empolgar a plateia, com duas boas situações finalizadas por Postiga e Izmailov. Sempre muito agressivos sobre a bola e com pressão alta, os «leões» foram dominando claramente o jogo, criando grandes dificuldades aos portistas para saírem em contra-ataque. Oito remates contra apenas um (sete cantos contra um) demonstraram que o Sporting foi muito superior no primeiro tempo.
As melhores situações couberam a Polga, que não conseguiu emendar um bom livre de Miguel Veloso, e a Hélder Postiga (sempre muito em foco no ataque), a atirar de cabeça, como mandam as regras, para defesa difícil do guarda-redes brasileiro.
O FC Porto respondia quase sempre em contra-ataque, mas o Sporting manteve máxima concentração no sector recuado e não permitiu grandes espaços junto à grande área. Lisandro ainda consegui antecipar-se de cabeça a Miguel Veloso junto à linha, provocando os primeiros calafrios à defesa «leonina», só que, ao minuto 28, uma falha na defesa portista, permitiu a Liedson (qual rato de área) bater Helton com um cabeceamento fulgurante.
Para a segunda parte, Jesualdo Ferreira trocou de argentinos, Mariano (Tomás Costa) e logo a seguir foi Rodriguez a entrar para o lugar de Raul Meireles, mas o Sporting continuou a dominar e em mais um excelente movimento de ataque, Moutinho cabeceou na pequena área, obrigando Helton a excelente defesa. Contudo, uma cavalgada de Hulk só parou na baliza de Patrício e o FC Porto chegou ao empate e, depois foi a vez de Bruno Paixão entrar no jogo e estragar o espectáculo, com maior prejuízo para o Sporting que ficou sem Caneira (acumulação de amarelos) após discussão com Hulk (amarelo). Os «leões» perderam capacidade para pressionar o meio campo adversário – Paulo Bento chamou Pedro Silva para a esquerda – e o FC Porto aproveitou para subir mais no terreno, mas Rui Patrício foi resolvendo as situações de perigo com grande segurança. O Sporting reagiu e na sequência de um canto de Rochemback, podia ter decidido o jogo, mas Yannick Djaló cabeceou por cima da barra. A oito minutos da etapa complementar, Pedro Emanuel viu o segundo amarelo e deixou as duas equipas reduzidas a dez elementos, levando o encontro para prolongamento. Com cautelas redobradas de parte a parte, os trinta minutos tiveram poucas chances de golo, as melhores num “tiro” de Abel que obrigou Helton a defesa apertada e uma cabeçada de Lisandro por cima da baliza de Patrício.


( Crónica: Site Oficial do Sporting )

 

 

 
 

AVALIAÇÕES DA IMPRENSA

O que dizem os jornais sobre a prestação de Miguel Veloso

 

:: Não sem surpresa, regressou à lateral-esquerda e isso não o incomodou. Ameaçou nas bolas paradas e passou a jogar no eixo da defesa com a expulsão de Caneira. Não se coibiu de recorrer à falta útil. Muito bem.  ( O Jogo )



publicado por Catarina às 22:39
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De Micaela a 11 de Novembro de 2008 às 16:25
Apesar de ser benfiquista, queria que o Sporting ganhasse... Infelizmente não aconteceu


Comentar post


Bem-vindo (a)! Este é um blog dedicado ao jovem médio do Sporting e da Selecção Nacional Miguel Veloso, que visa trazer as mais diversas informações acerca do jogador e do seu trabalho, além de, obviamente, homenageá-lo e demonstrar-lhe o nosso apoio, pelo que não tem qualquer ligação oficial com o jogador ou o Sporting Clube de Portugal.
O blog é mantido por mim, Catarina Ferreira, desde Abril de 2007 e está em constante actualização. Obrigada pela visita. :) Dúvidas, sugestões ou críticas? Envia-nos um e-mail.


Se gostavas que o teu blog/site figurasse nesta lista, envia-nos um e-mail! :)

Sporting Clube de Portugal
. Site Oficial
. Portal Sporting XXI
. Sporting 100
. Leão da Estrela
. Sporting PlanetaPortugal.com

Futebol
. Fed. Portuguesa de Futebol
. SJPF
. LP de Futebol Profissional
. UEFA

Parceiros
. Leandro Romagnoli Online
.
Gema D'Arte
. O Treinador de Bancada
. Bancada Sul
. Izmailov7
. Ruben Amorim
. Di María 20
. Simão Sabrosa
. Bónus Apostas
. Leão Rampante

Imprensa Desportiva
. Jornal "Record"
. Jornal "A Bola"
. Jornal "O Jogo"
. MaisFutebol
. Desporto10