Sábado, 6 de Setembro de 2008
Sub-21 derrotados complicam apuramento


 

 

INGLATERRA 2 - 0 PORTUGAL

Portugueses desiludem em Wembley e dependem de terceiros
 

Competição: Qualificação para o Euro 2009 de Sub-21

Local: Estádio de Wembley, Londres

Árbitro: Gianluca Rocci (Itália)

Inglaterra: Joe Hart; Cranie, Mancienne, Steven Taylor e Andrew Taylor; Nobble, Huddlestone, Muamba e Milner; Agbonlahor e Adam Johnson

Jogaram ainda: Cattermole, Campbell e Kighttly

Treinador: Stuart Pearce

PORTUGAL: Rui Patrício; Pereirinha, Vasco Fernandes, Nuno Coelho e Gonçalo Brandão; Miguel Veloso, Paulo Machado e Manuel Fernandes; Bruno Gama, Ricardo Vaz Té e Vieirinha

Jogaram ainda: Stélvio, Candeias e João Moreira

Treinador: Rui Caçador

 

Portugal complicou esta sexta-feira as suas contas do apuramento para o "play-off" de acesso ao Campeonato da Europa de Sub-21, ao perder por 2-0 frente à Inglaterra, selecção que selou o primeiro lugar do Grupo 3. Uma grande penalidade em cima do intervalo, devidamente convertida por James Milner, antecedeu o tento de Gabriel Agbonlahor a meio da segunda parte. A derrota em Wembley obriga a selecção portuguesa a vencer na última jornada e a esperar pelo que acontece nos outros grupos.
Ciente da necesside de alcançar um resultado positivo, a Selecção Nacional entrou bem no encharcado relvado de Wembley, tendo precisado apenas de cinco minutos para criar uma flagrante oportunidade de golo. Miguel Veloso cobrou um canto na direita e colocou com perfeição a bola na cabeça de Vieirinha, mas o desvio do extremo do PAOK FC foi defendido por instinto pelo guarda-redes inglês, Joe Hart. A equipa de Rui Caçador continuou a revelar-se mais perigosa, com Bruno Gama e Paulo Machado a rematarem ligeiramente ao lado aos 23 e 25 minutos, respectivamente.
Depois de um arranque lento, a Inglaterra foi subindo de rendimento e começou a ameaçar a baliza à guarda de Rui Patrício, sendo que o primeiro aviso surgiu aos 28 minutos, quando um livre longo da esquerda permitiu a Michael Mancienne aparecer livre nas costas da defesa portuguesa, cabeceando muito perto do poste. Apenas quatro minutos volvidos, Gabriel Agbonlahor levou a melhor sobre Vasco Fernandes e colocou em Adam Johnson, que errou por muito pouco o alvo. No entanto, o golo dos anfitriões acabou mesmo por surgir a um minuto do intervalo. Paulo Machado deixou-se antecipar por Fabrice Muamba e não conseguiu evitar o derrube do adversário, com James Milner a não falhar o correspondente castigo máximo.
Apesar de João Moreira ter rendido Bruno Gama ao intervalo, Portugal sentiu dificuldades no reatamento, com a Inglaterra a ficar perto do 2-0 aos 52 e 53 minutos, valendo o facto de Rui Patrício ter defendido para canto os remates de Milner e Tom Huddlestone. Ricardo Vaz Té ainda logrou assustar Joe Hart quando cabeceou de costas para a baliza, mas esse lance viria a anteceder o segundo golo inglês. Agbonlahor iludiu a armadilha do fora-de-jogo e isolou-se, antes de aguentar a recuperação de Vasco Fernandes e de bater Rui Patrício, que tinha saído ao caminho do veloz avançado do Aston Villa FC.
O 2-0 foi um golpe demasiado duro para Portugal, que ainda assim lutou até ao apito final para chegar, pelo menos, ao tento de honra. O desfecho deixa a Inglaterra com 22 pontos em oito jogos, com os comandados de Stuart Pearce a avançarem para o "play-off" na condição de vencedores do Grupo 3 e detentores do impressionante registo de 17 golos marcados e apenas um sofrido. Quanto a Portugal, mantém o segundo posto e os 13 pontos com que partiu para esta ronda, precisando agora de bater em casa a República da Irlanda na derradeira jornada e esperar pelos resultados dos outros grupos para saber se é um dos quatro melhores segundos classificados.

 

Crónica: Portal do Futebol

 

 

AVALIAÇÕES DA IMPRENSA

O que dizem os jornais sobre a prestação de Miguel Veloso

 

::  A maior surpresa pela negativa. Tem condições de fazer mais e melhor.     
(O Jogo)



 

DECLARAÇÕES NO FINAL DO JOGO

Médio do Sporting assume erros e fala em desilusão

 

No final do jogo com a Inglaterra, Miguel Veloso admitiu que a equipa nacional teve falhas que deveriam ter sido evitadas e que se revelaram fatais: «Entrámos melhor do que eles. Mas depois começámos a falhar alguns passes, a Inglaterra agarrou no jogo e apareceu o penalty. Tudo se complicou. Voltámos a cometer erros que não podíamos cometer. São coisas que acontecem. Não vale a pena olhar muito para isso.»
O discurso do sub-capitão de equipa reflectiu ainda a decepção com o resultado obtido em Wembley e que complica, e muito, as contas da selecção de esperanças para apurar-se para o Euro 2009 da categoria, que se realizará na Suécia: «Estamos tristes e desiludidos. Antes do jogo ambicionávamos estar no Europeu e apesar deste resultado, é nisso que temos de continuar a pensar. Resta-nos fazer tudo para ganhar à Rep. Irlanda e esperar pelas contas.», concluiu.

 

Para ver o vídeo destas declarações no canal do blog, clica aqui.



publicado por Catarina às 14:47
link do post | comentar | favorito


Bem-vindo (a)! Este é um blog dedicado ao jovem médio do Sporting e da Selecção Nacional Miguel Veloso, que visa trazer as mais diversas informações acerca do jogador e do seu trabalho, além de, obviamente, homenageá-lo e demonstrar-lhe o nosso apoio, pelo que não tem qualquer ligação oficial com o jogador ou o Sporting Clube de Portugal.
O blog é mantido por mim, Catarina Ferreira, desde Abril de 2007 e está em constante actualização. Obrigada pela visita. :) Dúvidas, sugestões ou críticas? Envia-nos um e-mail.


Se gostavas que o teu blog/site figurasse nesta lista, envia-nos um e-mail! :)

Sporting Clube de Portugal
. Site Oficial
. Portal Sporting XXI
. Sporting 100
. Leão da Estrela
. Sporting PlanetaPortugal.com

Futebol
. Fed. Portuguesa de Futebol
. SJPF
. LP de Futebol Profissional
. UEFA

Parceiros
. Leandro Romagnoli Online
.
Gema D'Arte
. O Treinador de Bancada
. Bancada Sul
. Izmailov7
. Ruben Amorim
. Di María 20
. Simão Sabrosa
. Bónus Apostas
. Leão Rampante

Imprensa Desportiva
. Jornal "Record"
. Jornal "A Bola"
. Jornal "O Jogo"
. MaisFutebol
. Desporto10