Quarta-feira, 19 de Agosto de 2009
Empate ingrato para leões cheios de garra

 

 

SPORTING 2 - 2 FIORENTINA

[Vukcevic, 58' e Miguel Veloso, 66' - Vargas, 7' e Gilardino, 79']

 

Competição: Play-off da Liga dos Campeões (1ª mão)
Local: Estádio José Alvalade, Lisboa

Árbitro: Viktor Kassai (Hungria)

SPORTING: Rui Patrício; Pedro Silva (Pereirinha, 57'), Daniel Carriço, Polga e André Marques (Caneira, 67'); Miguel Veloso, João Moutinho, Vukcevic e Matías Fernandez; Postiga (Yannick, 81') e Liedson.

Treinador: Paulo Bento.

Disciplina: Cartões amarelos a Vukcevic (12', 59') e cartão vermelho a Vukcevic (59').

FIORENTINA: Frey; Comotto, Dainelli, Gamberini e Gobbi; Zanetti, Montolivo (Donadel, 80'), Marchionni e Mutu (Jovetic, 64'); Vargas e Gilardino.

Treinador: Cesare Prandelli.
Disciplina: Cartões amarelos a Gamberini (12'), Zanetti (15') e Dainelli (59').

 

Crónica:

Dois golos por mau posicionamento defensivo, uma expulsão caricata. Frente a uma equipa italiana, é capaz de ser de mais. Foi. O Sporting jogou mais do que tem sido hábito, mas voltou a empatar, desta vez na primeira mão do Play-off de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões.
Nada de novo. O Sporting entrou e pouco depois estava a perder. Tinha sido assim na Holanda, bem cedo. Sucedera também na Madeira, um pouco mais tarde.
Desta vez foi aos sete minutos. Pedro Silva foi ajudar os centrais, que por sua vez tinham ido à esquerda, atrás de Gilardino e Mutu, ajudar André Marques. A súbita deriva esquerdista apanhou o barco desequilibrado. Vargas percebeu, rematou cruzado, golo.
Foi o primeiro golo de bola corrida num jogo oficial do Sporting, esta temporada. Com um início de época tremido, como reagiria? A resposta chegou logo a seguir: bem. A defesa não voltou a perder o norte, o meio-campo acertou o passo com Miguel Veloso e Moutinho em bom plano e na frente Hélder Postiga era a referência. Faltava poder de choque na grande área e um pouco mais de clarividência em Vukcevic, Liedson e Matias Fernandez.
O Sporting jogou o suficiente nos primeiros 45 minutos para merecer a ovação dos adeptos mal soou o último apito antes do descanso.
A Fiorentina tinha mostrado pouco, mas sabe-se como são as equipas italianas. Não se vê, mas o veneno está sempre lá. O desafio para a segunda parte era duro: manter a intensidade, arriscar um pouco mais, mas não permitir nenhum contra-ataque que tornasse a eliminatória irrecuperável. O árbitro ajudou os italianos logo no reinício, ao deixar em campo central Dainelli, que já tinha um amarelo.
O problema maior continuava a ser a inferioridade nos duelos físicos, sempre ganhos pelos italianos, impecáveis no corpo-a-corpo. Caicedo aquecia e pensava-se nele. Percebia-se o problema de Paulo Bento. Postiga estava bem. Liedson é Liedson. Como mexer? O mais fraco do meio-campo para a frente era Vuk, mas retirá-lo e meter um terceiro avançado poderia desequilibrar tudo. Seria preciso experimentar Matias Fernandez sobre a esquerda. Talvez por isso a primeira alteração tenha sido lá atrás, Pedro Silva por Pereirinha.
Porque o futebol é realmente imprevisível, Vuk recebeu um ressalto de Matias Fernandez e, sozinho, não falhou. Golo, festa, camisola fora. Camisola fora?! Não, camisola fora não podia ser. Amarelo. Segundo. Expulsão. Num minuto, Vuk subia ao céu e descia ao inferno. E o Sporting também. Agora empatado, tinha meia hora para jogar com menos um. (já agora, Matias Fernandez sempre foi para a esquerda, baixando Postiga um pouco. Como fazia sentido antes, com onze)
O jogo parou um pouco para pensar. Liedson não. Ganhou uma bola, foi da direita para o meio e de repente viu Miguel Veloso. Ainda longe da grande área. Mas não havia outra opção. Pega! O médio recebeu, deixou que a acção passasse para o pé esquerdo, levantou o olhar e acreditou. Percebeu-se o silêncio. Durou um instante apenas, quase se ouviu a bola a cortar o ar. Golo. Que espanto! Miguel Veloso andava a precisar de um momento assim há meses.
De repente a vencer pela primeira vez esta temporada, Paulo Bento trocou a juventude de André Marques por Caneira. Face à história do jogo, ganhar pela diferença mínima sobre uma equipa italiana seria bom, muito bom.
E o Sporting jogava, com inteligência. Guardava a bola, saía com calma, sem se desequilibrar, mas com intenção de incomodar o adversário. E conseguia esse objectivo, a Fiorentina, já sem Mutu, não reagia. Com dez, tudo ia bem em Alvalade.
Sim, e de repente, tão italiano, cruzamento para a área. Gilardino mata no peito e golo. Assim, simples como só eles sabem fazer. Ainda não era esta noite que o Sporting ganhava em 2009/10. Quatro jogos, quatro empates. Desta vez com golos próprios e a certeza de que a equipa cresce. Continua é a errar atrás. Muito.

 

(Por Luís Sobral, in MaisFutebol)

 

 

AVALIAÇÕES DA IMPRENSA

O que dizem os jornais sobre a prestação de Miguel Veloso

 

:: A época passada e respectivas polémicas, que limitaram o seu rendimento, já lá vão, e o Miguel Veloso 2009/10 continua a dar cartas. Era o activo mais facilmente transferível, mas as propostas não chegaram, pelo que o jogador estabilizou e apostou em dar tudo pelo Sporting. Veloso faz por merecer a titularidade no miolo e ontem voltou a prová-lo contra uma das equipas que, curiosamente, mais surge na comunicação social como uma das interessadas na sua aquisição. Com Matías Fernández à sua frente a jogar com os olhos postos na baliza contrária, coube ao 24 a missão de lateralizar o jogo e descongestionar o meio-campo. Depois de duas tentativas em livres directos em jeito, aos 45' e 48', guardou a energia para um potente disparo aos 66' (2-1), de bola corrida, que levantou o estádio e deixaria a fase de grupos mais perto, não fosse o inevitável Gilardino...  (a figura do Sporting, in O Jogo)

 

:: Continua a crescer a olhos vistos. Precisa de melhorar nos aspectos posicionais, sobretudo nas dobras defensivas aos centrais. Com Mutu e Gilardino colados a Carriço e Polga, Paulo Bento poderia ter recuado Veloso para a marcação ao romeno. Não o fez. O médio português ficou uns metros à frente, caíndo nas laterais e assumindo-se como principal municiador de jogo ofensivo dos leões. Aí, comprovou toda a categoria do seu pé esquerdo. Aliás, o mesmo pé esquerdo que iria encontrar uma bola à sua medida, para um remate portentoso, ao ângulo da baliza da Fioretina. Como diria Yannick Djaló, esperemos que este Miguel aguente toda a época assim. A bem do futebol português. (in MaisFutebol)

 

:: Se restavam dúvidas quanto à metamorfose de Miguel Veloso em relação ao apático jogador da época passada, elas ficaram desfeitas ontem. O jovem pegou na batuta da equipa, a tempo inteiro (mais consistente que Matías Fernandez), e foi o grande coordenador de toda a acção colectiva. A cereja no topo do bolo foi um golo soberbo, que deu a vantagem temporária ao Sporting. Foi o exemplo de que a equipa de Paulo Bento está a carburar. Tarde mas talvez a tempo. (in Record)

 

:: Esqueçam tudo o resto e fixem-se no minuto 66. A jogada, toda ela, brilhante a nascer em Postiga, Liedson a cruzar e a encontrar o pé esquerdo de Veloso, solto e disponível para o disparo. Remate imparável... suspense. Alvalade a seguir a trajectória da bola e a demorar uma eternidade e a gritar golo. Momento sublime. Para ver algo assim vale a pena ir ao futebol. (in A Bola)

 

 

DECLARAÇÕES NO FINAL DO JOGO

Miguel Veloso fala em grande alegria e resposta com trabalho às críticas

 

"Senti uma grande alegria, em primeiro lugar. E, ao mesmo tempo, tive um sentimento de grande revolta. De revolta por tudo quanto disseram sobre mim e sobre a minha relação com o Sporting e por todas as críticas que me foram dirigidas", disse o médio aos microfones da comunicação social.
O internacional português, autor do segundo tento leonino, mostrou-se ainda desapontado com o empate, que considerou "ingrato": "O Sporting entrou bem no jogo, apesar de ter sofrido cedo o primeiro golo. Mas nunca deixámos de controlar o jogo, pelo que conseguimos chegar ao empate e à vantagem. Pena que a Fiorentina tenha conseguido o empate num momento de infelicidade".

Apesar do resultado desfavorável às ambições leoninas, Veloso encara com optimismo o próximo jogo com a Fiorentina, desta feita em Itália: "Pelo que demonstrámos, pela maneira como controlámos a partida, apesar de termos um jogador a menos...vamos lá discutir o jogo e acredito na vitória".

 

MAIS IMAGENS DA PARTIDA

 

     

 

 

 

 

 

  

O VÍDEO DO GOLO

O número 24 do Sporting marcou o segundo dos leões com um potente disparo

 

 

 



publicado por Catarina às 19:54
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De Márcia Raquel Lopes a 2 de Setembro de 2009 às 12:24
Foi mesmo um grande golo!!!
És o meu jogador preferido.Mas o sporting não sobe aproveitar!! e os italianos empataram!!!
:(
Mas agora é pensar no campionato!!!!! Continua assim!


Comentar post


Bem-vindo (a)! Este é um blog dedicado ao jovem médio do Sporting e da Selecção Nacional Miguel Veloso, que visa trazer as mais diversas informações acerca do jogador e do seu trabalho, além de, obviamente, homenageá-lo e demonstrar-lhe o nosso apoio, pelo que não tem qualquer ligação oficial com o jogador ou o Sporting Clube de Portugal.
O blog é mantido por mim, Catarina Ferreira, desde Abril de 2007 e está em constante actualização. Obrigada pela visita. :) Dúvidas, sugestões ou críticas? Envia-nos um e-mail.



Nome: Miguel Luís Pinto Veloso
D. Nascimento:
11/05/1986
Idade: 23 anos
Nacionalidade:
Portuguesa
Naturalidade:
Coimbra
Altura:
1,80 cm
Peso:
79 kg
Clube Actual:
Sporting Clube de Portugal
Nº da Camisola:
24
Posição:
Médio-defensivo
Clubes Anteriores:
SL Benfica, CAC Pontinha, Olivais e Moscavide
Internacionalizações sub-21:
13
Internacionalizações AA:
5
Total de internacionalizações: 69


SPORTING x Olhanense
Competição:Liga Sagres (5ª Jornada)
Data: 21/09/2009
Hora: 20.10h
Local: Estádio José Alvalade, Lisboa
Transmissão: Sport TV


FC Porto x SPORTING
Competição: Liga Sagres (6ª Jornada)
Data: 26/09/2009
Hora:19.15h
Local:Estádio do Dragão, Porto
Transmissão: r Sport TV



COMPETIÇÕES NACIONAIS


Campeonato Nacional da 2ª Divisão B Zona Sul
Época: 2005/06
Clube: Olivais e Moscavide


Taça de Portugal
Época: 2006/07
Clube: Sporting Clube de Portugal


Supertaça Cândido de Oliveira
Época: 2007/08
Clube: Sporting Clube de Portugal


Taça de Portugal
Época: 2007/08
Clube: Sporting Clube de Portugal

INTERNACIONAIS


Campeonato da Europa Sub-17
Ano: 2003
País anfitrião: Portugal


Clica aqui para visitar o nosso canal de vídeos, onde podes encontrar os golos, os lances, as declarações e os momentos mais marcantes do Miguel ao serviço do Sporting e das Selecções Nacionais.


Sporting x Boavista
11.05.2008
Estádio José Alvalade
Faixa exibida no jogo Sporting x Boavista, no dia em que Miguel Veloso completou 22 anos - uma data que não podia deixar de ser assinalada. A imprensa desportiva, nomeadamente os jornais Record (clica para ver) e O Jogo (clica para ver) deram destaque a este gesto nas edições do dia seguinte. (Clica aqui para ampliar)

Se gostavas que o teu blog/site figurasse nesta lista, envia-nos um e-mail! :)

Sporting Clube de Portugal
. Site Oficial
. Portal Sporting XXI
. Sporting 100
. Leão da Estrela
. Sporting PlanetaPortugal.com

Futebol
. Fed. Portuguesa de Futebol
. SJPF
. LP de Futebol Profissional
. UEFA

Parceiros
. Leandro Romagnoli Online
.
Gema D'Arte
. O Treinador de Bancada
. Bancada Sul
. Izmailov7
. Ruben Amorim
. Di María 20
. Simão Sabrosa
. Bónus Apostas
. Leão Rampante

Imprensa Desportiva
. Jornal "Record"
. Jornal "A Bola"
. Jornal "O Jogo"
. MaisFutebol
. Desporto10

Vê aqui os posts mais antigos:
. Abril 2007
. Maio 2007
. Junho 2007
. Julho 2007
. Agosto 2007
. Setembro 2007
. Outubro 2007
. Novembro 2007
. Dezembro 2007
. Janeiro 2008
. Fevereiro 2008
. Março 2008
. Abril 2008
. Maio 2008
. Junho 2008
. Julho 2008
. Agosto 2008
. Outubro 2008
.
Novembro 2008
.
Dezembro 2008
. Janeiro 2009
. Fevereiro 2009
. Março 2009
. Abril 2009
. Maio 2009
. Agosto 2009




Número de visitas
(desde 3 de Setembro de 2007)