Terça-feira, 11 de Maio de 2010
PARABÉNS MIGUEL!


Tenho orgulho em poder todos os anos ver-te crescer um pouco mais: não apenas em idade, mas em talento. Orgulho em poder todos os anos ver-te tornares-te maior naquilo que fazes.

 

MUITOS PARABÉNS!

Não apenas pelos 24 anos, mas por tudo o resto. Sê muito feliz e sê sempre quem és - para mim, és e serás sempre o melhor. :)



publicado por Catarina às 20:00
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 23 de Outubro de 2009
Sporting sofre mas vence na Letónia

 


 

VENTSPILS 1 - 2 SPORTING
[ Laizans, 64' (pen); Miguel Veloso, 6' e João Moutinho, 85']

 
Competição: Liga Europa (3ª Jornada)
Local: Estádio Skonto, Riga
Árbitro: Sascha Kever (Suíça)
VENTSPILS: Kolinko; Chirkin, Mihadjuca, Ndeki e Zamperini; Hodel, Kosmacovs (Zigajevs, 62'), Laizans (Astafjevs, 83'), Butricks (Visnakovs, 54') e Tigirlas; Gauracs.
Treinador: Nunzio Zavettieri
Suplentes: Chesnovski, Solojovs, Dedov, E. Visnakovs.
Disciplina: Nada a assinalar.
SPORTING: Rui Patrício; Abel, Tonel, Carriço e Grimi; Miguel Veloso, João Moutinho, Vukcevic (Pereirinha, 63') e Matías Fernández (Angulo, 80'); Liedson e Caicedo (Postiga, 73').
Treinador: Paulo Bento
Suplentes: Tiago, Pedro Silva, André Marques, Saleiro.
Disciplina: Cartão amarelo para Angulo (88') e Liedson (90').

Crónica:
O Sporting bateu o Ventspils por 2-1, conseguiu a terceira vitória em outros tantos jogos na Liga Europa e praticamente garantiu a qualificação para os 16-avos-de-final da competição, mas bem podia ter evitado o susto frente a um adversário de calibre claramente inferior.
Cedo se percebeu que o oponente dos leões estava longe de ter a qualidade técnica do adversário e pouco mais podia oferecer do que a superior estatura da maior parte dos seus elementos e velocidade nas saídas para o ataque, mesmo se essa esbarrava sistematicamente nas óbvias deficiências evidenciadas no momento de controlar ou passar a bola. O Sporting lutava, sobretudo, contra as condições atmosféricas, o estado do relvado e a falta de motivação para encarar o choque desde que se viu em vantagem no marcador.
A superioridade verde e branca era de resto tão evidente que bastavam ténues acelerações para desmontar a densa organização ofensiva da equipa letã: o bem italiano Nunzio Zavettieri optou por um sistema de três centrais, coadjuvados por dois laterais bem recuados e suportados por dois médios-defensivos. Depois, bem mais longe, dois homens rápidos tentavam servir de apoio ao único ponta-de-lança, o possante Gauracs. Ainda assim, o bloco recuado - e povoado - dos anfitriões era incapaz de responder com mobilidade e eficácia sempre que a bola rolava com dinâmica adequada.
Para o Sporting, alicerçado na estrutura habitual, o golo precoce, apontado por Miguel Veloso na cobrança de um canto - directo -, serviu primeiro como tónico para uma avalancha ofensiva suficiente para alargar a vantagem - Caicedo e Vukcevic estiveram muito perto de o conseguir -, mas depois transmitiu uma noção de facilidade que travou a mobilidade da primeira meia hora e conduziu, como não poderia deixar de ser, a alguns sustos evitáveis.
No segundo tempo, Zavettieri abandonou a excessiva cautela defensiva abdicando de um central, e os sustos verdes e brancos ganharam consistência com o penálti cometido por Tonel e convertido por Laizans. Estava feito o empate, e os leões tinham de começar tudo de novo ante um oponente mais motivado e... crente nas suas possibilidades. Com o resultado em aberto, foi necessário que o talento de João Moutinho desse corpo ao que o colectivo tinha desperdiçado: com escassos cinco minutos por jogar, o capitão resolveu a contenda com um golaço de mérito exclusivo. Agora sim, o Sporting pode concentrar esforços no campeonato.


(In O Jogo)

 

 

 

AVALIAÇÕES DA IMPRENSA
O que dizem os jornais sobre a prestação de Miguel Veloso


:: O golo de Miguel Veloso, conseguido num canto directo, vai ficar para a história pelas mais diversas razões. Esta foi a primeira vez que o Sporting jogou na Letónia, afinal, e o tento manteve a campanha 100% vitoriosa dos leões na Liga Europa e, não menos importante, vai fazer com que o nome do Sporting seja falado por esse continente fora, pois o canto vai ser passado pelas mais diversas televisões até à exaustão. Depois, e lembrando as palavras de Patrício na véspera, que versavam o objectivo do balneário de chegar à final de Hamburgo, podemos relembrar que a única competição europeia ganha pelo Sporting foi obtida por intermédio do célebre canto directo de Morais. Mas Veloso foi mais do que aquele canto: dominou as operações a meio-campo, empurrou a equipa e mostrou um sentido posicional inatacável. Está em grande! (In O Jogo)

:: Marcou o primeiro golo, de canto directo, mas desapareceu no 2º tempo e o meio-campo tornou-se mais permeável. (In Record)

 

 

 

 

DECLARAÇÕES NO FINAL DO JOGO
Veloso lamenta facilidades concedidas pela equipa

 

"Começámos o jogo muito bem e podíamos ter marcado mais do que um golo. Na 2.ª parte não sei o que aconteceu, mas, mais uma vez, demonstrámos que conseguimos dar a volta ao jogo. Depois de termos estado em vantagem, acabámos por dar moral à outra equipa e, assim, fica difícil...", reconheceu. O Sporting concedeu o empate momentâneo na sequência de uma grande penalidade por carga de Tonel e o golo do triunfo chegou já perto do final, através de uma remate de João Moutinho.
"O Sporting não veio para empatar e jogou sempre para ganhar", considerou, no entanto, Veloso, colocando acima de tudo os objetivos coletivos: "O mais importante é a equipa e os resultados que se conseguem".
Recusando comentar a sua prestação no jogo, Veloso concluiu a sua intervenção no flash interview da Sport TV1 dizendo que já está "a pensar no próximo jogo".

 

(In Record)


IMAGENS DO GOLO
Miguel Veloso abriu o marcador para os leões, na sequência de um canto directo

 

 

 



publicado por Catarina às 14:19
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Sábado, 26 de Setembro de 2009
Convocados para embate com dragões

 

 

BENTO CHAMA 19 ATLETAS PARA O DRAGÃO

Sporting está preparado para jogo «difícil»

 

A ausência de Caneira nos eleitos de Paulo Bento para a 6ª jornada da Liga Sagres é o principal destaque na lista de jogadores que se deslocarão ao Porto. O clássico deste Sábado entre FC Porto e Sporting é, inquestionavelmente, o jogo grande da jornada. Leões e dragões encontram-se numa partida que promete ser recheada de emoções - e de dificuldades, como o próprio técnico leonino reconheceu em conferencia de imprensa. «Vai ser um jogo difícil, num Estádio difícil. Vamos defrontar uma equipa com muita qualidade técnica e táctica. Esta partida servirá para nós demonstrarmos a nossa capacidade e qualidade», defendeu, sublinhando que a única ambição dos sportinguistas é a vitória e conquista dos três pontos.

São ainda de destacar as entradas nos convocados do avançado Saleiro e do lateral Leandro Grimi.

 

LISTA DE CONVOCADOS

Guarda-redes: Rui Patrício e Tiago
Defesas: Carriço, Polga, Grimi, Tonel e Abel
Médios: Adrien, Vukcevic, Matías Fernández, Angulo, Miguel Veloso, Pereirinha e Moutinho
Avançados: Saleiro, Caicedo, Yannick, Postiga e Liedson.

 

O FC Porto x Sporting tem o seu início marcado para as 19.15h e terá transmissão em directo na Sport TV1.

FORÇA, SPORTING!
(Força, Miguel!)



publicado por Catarina às 17:30
link do post | comentar | ver comentários (2) | adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 24 de Setembro de 2009
Veloso faz antevisão do Clássico de Sábado

 

 

«SINTO-ME BASTANTE BEM», diz Veloso
Internacional português reconhece que atravessa um bom momento


Miguel Veloso tem sido uma das figuras do Sporting versão 2009/10. De cabeça limpa, o médio tem sido primeira opção de Paulo Bento para todos os jogos da Liga e é um dos poucos totalistas da equipa, somando o máximo de minutos no campeonato (450m). Além da fácil adaptação a várias posições no campo, desta vez sem polémicas, o médio tem revelando uma enorme disponibilidade física que lhe permite jogar com intensidade até ao final das partidas.
Uma atitude bem diferente da temporada passada. O que mudou? «Sinto-me bastante bem. Houve épocas em que não fiz a pré-época, desta vez sinto-me bem, mas o mais importante é sempre a equipa, não o Miguel», começou por destacar na conferência de imprensa que se seguiu ao treino desta quarta-feira.
A verdade é que Miguel Veloso tem-se mostrado mais solto em campo, permitindo a Paulo Bento uma maior elasticidade nas opções tácticas, ora colocando-o a jogar ao centro, ora desviando-o para o lado esquerdo da defesa. «Deve-se a estar a jogar, é isso que sempre quis. Tenho oportunidades para jogar mais vezes, é isso que quero, continuar a jogar para mostrar o meu valor», comentou.
Uma conferência que decorreu a poucos dias do clássico com o F.C. Porto. Dois planteis bem distintos. Enquanto a base da equipa do Sporting é composta por jogadores da formação, a equipa do Dragão prefere recorrer ao mercado sul-americano para compor o seu plantel. Filosofias diferentes que vão estar em oposição este sábado. «O Sporting tem uma realidade que é apostar na formação, o que é bastante bom para os jogadores jovens. Acho que é a única equipa que faz isso, para os jogadores jovens é um grande exemplo. Todas as equipas têm armas diferentes, cada um usa as que tem», destacou ainda o médio do Sporting.

 


MIGUEL VELOSO: «Vamos ao Dragão discutir o resultado»
Médio leonino está confiante e sublinha «determinação» da equipa


Miguel Veloso respeita o F.C. Porto, mas anunciou que o Sporting vai ao Dragão para «ganhar». O médio assume que ainda há problemas a resolver quanto à «qualidade» das exibições, mas destaca a «vontade» que os jogadores têm demonstrado que, nos últimos jogos, lhes tem permitido somar quatro triunfos consecutivos. Quanto à nomeação de Duarte Gomes, o médio não quis entrar em polémicas e limitou-se a dizer que «está decidido, está decidido».
Apesar da irregularidade nas exibições, a verdade é que o Sporting chega a este clássico depois de quatro vitórias consecutivas. «É mais um derby. O Sporting entra para qualquer jogo, como é óbvio, para ganhar, assim o vamos tentar fazer. Sabemos que o F.C. Porto tem uma grande equipa, apesar de vir de duas derrotas. Vamos tentar o nosso melhor para tentar alcançar os três pontos», começou por destacar Miguel Veloso na antevisão do jogo do próximo sábado.
Na última partida, frente ao Olhanense, os leões voltaram a exibir muitas fragilidades defensivas e estiveram a perder por 0-2, mas Miguel Veloso prefere destacar a determinação que lhes permitiu dar a volta ao resultado. «Vamos ter um Sporting com a mesma atitude e a mesma determinação, até porque infelizmente temos vindo a começar a perder, mas depois mostramos grande vontade e conseguimos dar a volta aos resultado. O que podem esperar do Sporting, é que tentaremos fazer o nosso melhor. É verdade que não temos vindo a mostrar grande qualidade, mas grande determinação e acho que isso também é bastante importante», acrescentou.
Veloso dá mérito aos adversários que têm colocado dificuldade ao Sporting, mas recorda que o mais importante é sempre vencer. «Às vezes também temos de dar mérito aos adversários, não jogamos sozinhos. Tentamos sempre fazer o nosso melhor, às vezes não acontece, mas o mais importante é ganhar. Temos de pensar positivo, não podemos pensar no que ficou para trás, temos de olhar sempre para a frente e tentar fazer o nosso melhor», comentou.
O F.C. Porto vem de duas derrotas, com o Chelsea e com o Sp. Braga, mas Raul Meireles considera que este jogo com o Sporting vem na melhor altura para a equipa limpar a imagem. Miguel Veloso respondeu e diz que em Alvalade também não falta vontade. «Os derbies são sempre grandes jogos, qualquer jogador gosta de jogar e nós não fugimos à regra, queremos dar o nosso melhor. O F.C. Porto tem uma grande equipa, o Sporting também, é verdade que o F.C. Porto vem de duas derrotas, querem mostrar aos seus adeptos que também quer vencer e nós vamos fazer o nosso melhor para alcançar o nosso objectivo que é ganhar», referiu.
Feito o balanço, Miguel Veloso defende que não favoritos. «O F.C. Porto joga em casa, mas acho que é cinquenta/cinquenta, porque nós queremos discutir o resultado. As individualidades são importantes, mas o colectivo é sempre o mais importante. O Sporting está determinado para ir ao Dragão discutir o resultado», resumiu.
Duarte Gomes foi nomeado para o jogo depois de na temporada passada se ter envolvido numa polémica antes do jogo com o V. Setúbal. Miguel Veloso prefere não comentar. «Está decidido, está decidido, é assim que vamos ter de jogar. Não tenho de achar nada, só tenho de ir para o campo para tentar ajudar o Sporting e é isso que os jogadores do Sporting vão tentar fazer», limitou-se a dizer.


(Fonte: MaisFutebol)

 

Nota: O resumo, em vídeo, desta conferência de imprensa está disponível aqui.



publicado por Catarina às 17:03
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Terça-feira, 22 de Setembro de 2009
Sporting sofre mas vence Olhanense

 

 

SPORTING 3 - 2 OLHANENSE
[ Carriço, 35'; Moutinho, 43' (pen); Vukcevic,  87' - Rabiola, 9'; Castro, 19']

 

Competição: Liga Sagres (5ª Jornada)
Local: Estádio José Alvalade, Lisboa
Árbitro: Rui Costa
SPORTING: Rui Patrício; Abel, Daniel Carriço, Polga e Caneira (Matías Fernandez, 62'); Miguel Veloso, João Moutinho, Vukcevic e Angulo (Yannick Djaló, 28'); Hélder Postiga (Caicedo, 71') e Liedson.
Treinador: Paulo Bento.
Suplentes: Pereirinha, Adrien Silva, Tonel e Ricardo Baptista.
OLHANENSE: Ventura; Miguel Garcia, Sandro, Anselmo, Stéphane e Castro (Messi, 81'); Tengarrinha, Rui Duarte e Ukra; Rabiola (Paulo Sérgio, 75') e Toy (Nwokolo, 62').
Treinador:  Jorge Costa. 
Suplentes: Éder Baiano, Pietravallo, Zequinha e Bruno Veríssimo.
Disciplina:  Cartões amarelos para Caicedo (78'), Anselmo (41'), Miguel Garcia (43') e Rui Duarte (53')

 

Crónica:
Este leão é assim, precisa de ser espicaçado para jogar à bola. Tal como em Heerenveen e em tantos outros jogos esta temporada, o Sporting precisou de sofrer antes de marcar. Esta noite deu, inclusive, dois de avanço, voltando a expor todas as suas fragilidades defensivas. Com as bancadas em pé de guerra, o leão lá reagiu, chegou ao empate antes do intervalo e à vitória nos últimos instantes da partida. A verdade é que, com tantos problemas, o Sporting está agora de braço dado com o F.C. Porto na classificação.
Os primeiros minutos foram um verdadeiro pesadelo para o Sporting. Paulo Bento apostou no mesmo onze que terminou o jogo na Holanda, procurando tirar partido da boa dinâmica ofensiva da equipa, mas foi lá atrás que os leões voltaram a revelar problemas. Jorge Costa manteve-se fiel ao habitual 4x3x3, com um ataque bem aberto, com Ukra e Toy nas alas a abrir uma frente que depois contava ainda com Rabiola ao centro e o apoio de Castro e Rui Duarte. Num dos primeiros lances de ataque, Ukra escapou a Caneira e Miguel Garcia cruzou para o coração da área onde Rabiola cabeceou, sem qualquer oposição, para as redes. Mais uma vez, o Sporting dava um de avanço. O problema é que desta vez foram dois.
O Sporting tentou reagir de imediato, subiu as suas linhas e aumentou a pressão. Uma pressão que a Olhanense ignorou, continuando a jogar, bem, de pé para pé, chegando com facilidade à área leonina. Num desses lances, com muita gente na área, lá apareceu Ukra outra vez a desembrulhar, com um passe atrasado, para fora do rectângulo, para Castro, com todo o tempo do mundo, encher o pé para um golaço de levantar o estádio. Um duro golpe para os leões que passaram a jogar de coração nas mãos, com as bancadas, que ainda apoiaram depois do primeiro golo, a gritar «joguem à bola».
Paulo Bento também perdeu a paciência e trocou Angulo por Djaló, dando indicações ao avançado para jogar ao meio, onde se notava um enorme vazio. O desespero dos leões era evidente em campo, já sem qualquer disciplina táctica, com todos os jogadores a correr à bola. Nada saia bem, incluindo uma oportunidade soberana de Vuk, que morreu no poste. O árbitro também não ajudava, fechando os olhos a uma mão de Miguel Garcia nesse mesmo lance.
Só um golo podia serenar os ânimos e este acabou por chegar de bola parada. Miguel Veloso cruzou e Carriço desviou de cabeça. Um golo simples que permitiu aos jogadores recuperar o apoio das bancadas. O Sporting manteve a pressão, agora diante de um Olhanense cada vez mais recuado. Numa jogada de insistência de Liedson, Anselmo cortou com o peito, mas Rui Costa, agora, viu uma mão. João Moutinho, da marca de castigo máximo, não falhou. Os leões acabaram por conseguir recuperar o prejuízo antes do intervalo e a segunda parte prometia.
O Sporting, já mais sereno, conseguiu transportar a boa dinâmica para o segundo tempo, encostou os algarvios às cordas e usufruiu de uma série de oportunidades. Mas o Olhanense não baixou os braços e, a espaços, ia espreitando novas oportunidades para rasteirar o leão, como é exemplo o remate de longe de Rabiola que tirou tinta do poste da baliza de Patrício. Paulo Bento tentou desequilibrar, lançando Matias Fernandez para a contenda, prescindindo de Caneira e desviando Veloso para a esquerda. O Olhanense estava, agora, mais fechado, ainda a espreitar o contra-ataque, mas mais concentrado na defesa do empate. Paulo Bento lançou, então, Caicedo para o lugar de Postiga.
Os algarvios deixavam escorrer o tempo e até empurravam os ponteiros quando, a quatro minutos do final, Moutinho colocou uma bola na área, Caicedo reclamou-a com o corpo e deixou-a à disposição de Vukcevic que, com um pontapé de raiva, quase furou as redes de Ventura. Estava consumada a reviravolta. Este leão nasceu definitivamente para sofrer.

 

(In MaisFutebol)

 


 • AVALIAÇÕES DA IMPRENSA
O que dizem os jornais sobre a prestação de Miguel Veloso

:: Boa exibição do médio, como tem sido, aliás, hábito na nova temporada, passada uma borracha sobre os problemas da anterior. De bola parada esteve muito perto de empatar, logo aos 11 minutos; acabou por assistir Daniel Carriço no 1-2, também na marcação de um livre directo. (In MaisFutebol)


:: Mais uma boa partida, ainda que com fases. Farejou o golo de livre, mas concedeu demasiado espaço a Rui Duarte nos primeiros 45', quando era o único médio a defender. Bateu com régua e esquadro novo livre para a cabeça certeira de Carriço no 1-2 e passou para lateral-esquerdo com a entrada de Matías, nunca parando de pressionar os algarvios. (In O Jogo)



publicado por Catarina às 16:53
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 21 de Setembro de 2009
Convocados para a recepção ao Olhanense

 

 

SPORTING NA LUTA POR MAIS TRÊS PONTOS
Leões procuram frente aos algarvios prosseguir na senda das vitórias


A exclusão, por opção técnica, do argentino Grimi é a nota de maior relevância na lista de eleitos de Paulo Bento para o jogo que encerra a 5ª jornada da Liga Sagres. O Sporting recebe em Alvalade o Olhanense, recém-promovido ao principal escalão do futebol português, num embate que apresentará dificuldades reconhecidas pelo técnico leonino na respectiva antevisão: "Esperamos dificuldades porque o adversário está motivado, e os seus jogadores, mairitariamente jovens, querem afirmar-se e mostrar o seu valor".
Também de fora dos convocados ficaram os laterais André Marques e Pedro Silva, por problemas físicos, à semelhança de Izmailov que ainda recupera da lesão que o afectou.


LISTA DE CONVOCADOS
Guarda-redes: Rui Patrício e Ricardo Baptista
Defesas: Daniel Carriço, Polga, Caneira, Tonel e Abel
Médios: Adrien, Vukcevic, Matías Fernandez, Angulo, Miguel Veloso, Pereirinha e João Moutinho
Avançados: Caicedo, Yannick Djaló, Hélder Postiga e Liedson.


O pontapé-de-saída do Sporting x Olhanense está marcado para as 20.10h desta segunda-feira. A partida será transmitida em directo na Sport TV1. 

 

FORÇA, SPORTING!

(Força, Miguel!)



publicado por Catarina às 15:32
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 18 de Setembro de 2009
Vitória preciosa sobre o Heerenveen

 

 

 

HEERENVEEN 2 - 3 SPORTING

[ Gerald Sibon, 12' e Dingsdag,76'  - Liedson (17',   40', 88')  ]

 

Competição: Fase de Grupos - Liga Europa (1ª Jornada)

Local: Estádio Abe Lenstra, Holanda

Árbitro: Alexei Nikoulaev (Russia).

HEERENVEEN: Lejsal; Popov (Elm, 50 m), Dingsdag, Brever e Back Nielsen; Grindheim (Assaidi, 72 m), Losada, Svec e Paulo Henrique; Gerald Sibon (Papadopulos, 84 m) e Beerens. 

Treinador: Jan de Jong.

Suplentes: Vandenbussche, Djuric, Ingelsten, e Koning.

SPORTING: Rui Patrício; Abel, Daniel Carriço, Polga e Caneira; Miguel Veloso, João Moutinho, Vukcevic (Tonel, 89 m) e Matias Fernandez (Angulo, 81 m); Yannick Djaló (Hélder Postiga, 61 m) e Liedson. 

Treinador:  Paulo Bento. 

Disciplina:  Cartão amarelo para Miguel Veloso (65 m). 

 

Crónica:

O Sporting conquistou uma vitória preciosa na primeira jornada do Grupo D da Liga Europa, sendo que o destaque vai para Liedson que marcou os três golos para os «leões». 

A turma de Paulo Bento entrou na partida muito confiante, assumindo-se, desde logo, como favorito para este encontro. Nos primeiros três minutos, os «leões» obrigaram Lejsal a três difíceis defesas. Primeiro Liedson através de um remate cruzado, no ressalto Matias Fernandes também tentou a sorte e, por fim, em nova recarga, Miguel Veloso voltou a criar perigo junto do guarda-redes Holandês.

Surpreendentemente, e quando nada fazia adivinhar, o Heerenveen, na primeira vez que chegou perto da baliza «leonina», conseguiu colocar-se em vantagem. O golo do adversário aconteceu, aos 12 minutos, por intermédio de Gerald Sibon que aproveitou o cruzamento de Popov, na esquerda, à entrada da área «verde e branca».

O Sporting respondeu, aos 17 minutos, com Miguel Veloso a rematar para a defesa apertada de Lejsal e Liedson, muito bem posicionado, só teve que empurrar para o fundo da baliza holandesa.

Aos 38 minutos, Caneira salvou de pé direito, e sobre a linha de golo, um chapéu de Paulo Henrique, quando Rui Patrício se encontrava muito adiantado no terreno. Já diz o ditado que quem não marca, sofre. Foi exactamente o que aconteceu, quando aos 40 minutos, o Sporting se adiantou no marcador, mais uma vez por intermédio de Liedson, após assistência de calcanhar de Matias Fernandez.

Aos 47 minutos, João Moutinho surgiu na direita em boa posição de rematar, mas preferiu passar a Liedson que, junto ao poste contrário, não conseguiu fazer o terceiro tento. Seguiu-se um remate perigoso de Vukcevic, mas com a bola a passar ao lado.

O Heervenveen, por seu turno, nunca deixou de procurar o empate. Depois, da oportunidade desperdiçada de Hélder Postiga, aos 68 minutos, que rematou por cima da baliza contrária, foi visível assistir ao Heerenveen a crescer. Elm fez tremer ao rematar rente ao poste da baliza de Rui Patrício e, depois, aos 76 minutos, Dingsdag, de bola parada, acabou por acertar no alvo, colocando o resultado em 2-2.

Aos 83 minutos, os «leões» não sofreram o terceiro golo, muito pela grande eficácia de Rui Patrício que conseguiu defender dois remates de Assaidi e Elm disparados já dentro da sua pequena área. A resposta aconteceu poucos minutos depois, por Liedson, que salvou a turma «leonina», ao marcar o terceiro golo, à passagem do minuto 88.  

Para este embate, Paulo Bento, fez entrar uma equipa com algumas alterações da última convocatória. Caneira jogou de início, uma vez que André Marques se encontra lesionado. Polga regressou ao eixo da defesa e Matias Fernandes ao meio campo «leonino». Saíram do «onze» para o banco de suplentes Angulo e Tonel. 

Quanto aos convocados, Bruno Pereirinha e Tiago foram preteridos pelo técnico, assistindo ao desafio na bancada do Estádio Abe Lenstra.  

Este encontro marcou o início de uma experiência inovadora, ou seja, um novo modelo em teste na Liga Europa, que consiste em ter seis (mais dois) juízes a acompanhar o encontro. Esses dois novos elementos ocuparam a zona da linha de fundo, tendo como especial atenção os lances dentro da área. 

 

(In Site Oficial do Sporting)

 

 

 • AVALIAÇÕES DA IMPRENSA

O que dizem os jornais sobre a prestação de Miguel Veloso

 

::  Entrou e logo aqueceu o pé numa recarga aos 2' que cheirou a golo. O 24 foi lesto e esclarecido no jogo, designadamente na recuperação de bola e posterior transição para o ataque. Foi do seu explosivo pé esquerdo que saiu o disparo que Lejsal defendeu para Liedson emendar. Deu no 1-1. Teve momentos muito bons do grande círculo para a frente. (In O Jogo)



publicado por Catarina às 14:59
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 14 de Setembro de 2009
Liedson resolve encontro com pacenses

 

 

SPORTING 1 - 0 PAÇOS DE FERREIRA

[  - Liedson, 80'                                               ]

 

Competição: Liga Sagres (4ª Jornada)

Local: José Alvalade, Lisboa

Árbitro: Bruno Paixão

SPORTING: Rui Patrício; Abel, Daniel Carriço, Tonel e André Marques (Matias Fernandez, 45 m); Miguel Veloso, João Moutinho, Angulo (Hélder Postiga, 45 m) e Simon Vukcevic; Yannick Djaló (Marco Caneira, 85 m) e Liedson.

Treinador: Paulo Bento

Suplentes: Ricardo Batista, Adrien Silva, Carlos Saleiro e Leandro Grimi. 

PAÇOS DE FERREIRA: Cássio; Filipe Anunciação (Pedrinha, 37 m), Danielson, Ozeia e Kelly (Carlitos, 10 m) (Fábio Pacheco, 63 m); Olímpio, Ricardo, Wanderson Baiano e Jorginho; Cristiano e Ciel. 

Suplentes: Coelho, William, Leandrinho e Manuel José. 

Treinador: Paulo Sérgio

Disciplina:  Cartões amarelos a André Marques (17 m), Miguel Veloso (27 m), Vukcevic (30 m), Ozeia (30 m), Ricardo (35 m), Wanderson Baiano (40 e 90 +3 m), Ciel (43 m), Pedrinha (76 m), Fábio Pacheco (78 e 85 m) e Cristiano (86 m). Cartões vermelhos a Fábio Pacheco (85 m) e Wanderson Baiano (90 + 3 m).

 

Crónica:

O Sporting demorou 80 minutos a quebrar a resistência pacense, vencendo por 1-0, com um golo do «suspeito do costume», que somou o 100.º golo no campeonato com a camisola «verde e branca».

Paulo Bento optou por colocar o 4x4x2 na sua forma clássica, promovendo a estreia de Angulo, no corredor direito, a titular, numa equipa que contou ainda com os regressos de Abel e de Tonel ao quarteto defensivo. Yannick manteve-se ao lado de Liedson no ataque e coube ao jovem atacante formado em Alvalade dispor da primeira oportunidade de golo, quando rematou forte e de pé direito, muito perto do poste da baliza pacense. As duas substituições, por lesão, por parte do Paços – e respectivas paragens para assistência dos seus atletas – quebraram a intensidade inicial, com o perigo a voltar apenas aos 24 minutos, quando Tonel, em cabeceamentos a responder a pontapés de canto transformados por João Moutinho, esteve perto, por duas vezes, de marcar.

Os minutos iam passando e a bola girou demasiado tempo aos repelões e pelo ar, com a última oportunidade de perigo antes do descanso a pertencer aos visitantes, com Cristiano a ver o seu remate rasteiro ao segundo poste ser negado por uma grande defesa de Rui Patrício, após perda de bola de André Marques.

Ao intervalo, Paulo Bento trocou André Marques e Angulo por Matias Fernandez e Hélder Postiga, que se juntou a Liedson no ataque, com Miguel Veloso a passar para defesa-esquerdo, Moutinho para «trinco» e Yannick para o corredor direito. O ritmo e a qualidade da partida melhoraram, com o Sporting a conseguir chegar ao último terço do terreno, mas os vários cruzamentos para a área não tiveram a devida correspondência na finalização, perante um Paços que tentou responder em contra-ataques, sempre neutralizados pela defensiva pacense. O Sporting dominou a etapa final, voltando a estar perto do golo aos 75 minutos, quando Ozeia, num alívio defensivo que levou a direcção da sua baliza, obrigou Cássio a uma defesa plena de reflexos e instintos, numa altura em que os nervos se apoderavam das bancadas de Alvalade. Até que Liedson surgiu na partida. O internacional português apareceu solto (80 m) junto ao segundo poste para, na sua primeira oportunidade em todo o encontro, inaugurar o marcador com um cabeceamento cruzado e sem hipóteses para Cássio.

Conseguida a vantagem no marcador, seguiu-se a numérica – após as expulsões de Fábio Pacheco (85 m) e de Baiano (90 m) – com os minutos até final a serem de controlo e de gestão da conquista de três pontos.

 

(In Site Oficial do Sporting)

 

 

 • AVALIAÇÕES DA IMPRENSA

O que dizem os jornais sobre a prestação de Miguel Veloso

 

::  Foi melhor lateral-esquerdo do que cabeça de área. Homem das bolas paradas que pedem canhotos, participou assertivamente nas acções de assalto às redes de Cássio. Encostou, pressionando, os homens da lateral do oponente e até separou Postiga de Ricardo quando o companheiro se pegou com o adversário. Maturidade. (In O Jogo )



publicado por Catarina às 22:25
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Domingo, 13 de Setembro de 2009
Escolhidos para recepção ao Paços

 

 

SPORTING EMBALADO PELA VITÓRIA EM COIMBRA

Angulo pode estrear-se de verde e branco

 

Depois da dupla jornada de apuramento da Selecção Nacional, regressam as emoções do campeonato português. O reforço leonino Angulo é a grande novidade nos eleitos de Paulo Bento para o encontro entre Sporting e Paços de Ferreira, respeitante à 4ª jornada da Liga Sagres. O técnico sportinguista chamou 19 jogadores e admitiu, em conferência de imprensa, que os seus pupilos tentarão "tirar partido" do facto de jogarem em Alvalade com o apoio do seu público para arrancar mais três importantes pontos na luta pelo título de campeões.

Os leões esperam, nas palavras de Bento, que a vitória sobre a Académica tenha ajudado a equipa a "reencontrar o caminho da confiança", defendendo que o trabalho desenvolvido "não ficou esgotado" na referida partida. 

 

LISTA DE CONVOCADOS:

 

Guarda-redes: Rui Patrício e Ricardo Batista;

Defesas: Daniel Carriço, Pedro Silva, Caneira, Tonel, Grimi, Abel e André Marques;

Médios: Adrien Silva, Vukcevic, Matias Fernandez, Miguel Veloso e João Moutinho;

Avançados: Carlos Saleiro, Angulo, Yannick Djaló, Hélder Postiga e Liedson.

 

 

O embate entre lisboetas e pacenses está marcado para as 20.15h deste Domingo e terá transmissão na RTP1.

 

FORÇA, SPORTING!

(Força, Miguel!)



publicado por Catarina às 18:07
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 9 de Setembro de 2009
Portugueses jogam cartada decisiva na Hungria

 

 

CONTAS MUITO COMPLICADAS PARA A EQUIPA DE QUEIROZ

Portugal não depende de si próprio e está obrigado a ganhar

 

A selecção portuguesa aterrou ontem na capital húngara, onde esta quarta-feira cumpre novo desafio na fase de qualificação para o Mundial-2010. A viagem desde a Dinamarca foi tranquila e ficou marcada por agradável surpresa à chegada: o sol presenteia Budapeste, com a temperatura a rondar os 25 graus.
Depois do empate a uma bola com os dinamarqueses, Portugal deixou de depender de si próprio mas mantém algumas esperanças de ser um dos oito melhores segundos classificados e entrar nos play-off de acesso ao Campeonato do Mundo.
Perante as indicações que Queiroz deixou neste treino, a única alteração no «onze» deverá ser a saída de Tiago e a entrada de Liedson.
Queiroz incidiu o trabalho na finalização com cruzamentos para Cristiano Ronaldo e Liedson, numa sessão onde o seleccionador misturou titulares e suplentes na defesa e no meio-campo.
O seleccionador nacional deixou bem claro aquilo que pretende na partida decisiva frente aos húngaros: "Quero que a equipa continue a jogar bem, ao ataque, a produzir oportunidades de golo, dominadora e a aparecer na grande área do adversário com vários jogadores para finalizar. É esse o caminho que quero para Portugal", revelou. Carlos Queiroz mostrou-se confiante e, face à falta de golos, atirou que os lusos vão "marcar de certeza".

 

O encontro entre Hungria e Portugal está marcado para as 19.45h de hoje (hora de Lisboa) e será transmitido em directo pela TVI.



publicado por Catarina às 17:02
link do post | comentar | adicionar aos favoritos


Bem-vindo (a)! Este é um blog dedicado ao jovem médio do Sporting e da Selecção Nacional Miguel Veloso, que visa trazer as mais diversas informações acerca do jogador e do seu trabalho, além de, obviamente, homenageá-lo e demonstrar-lhe o nosso apoio, pelo que não tem qualquer ligação oficial com o jogador ou o Sporting Clube de Portugal.
O blog é mantido por mim, Catarina Ferreira, desde Abril de 2007 e está em constante actualização. Obrigada pela visita. :) Dúvidas, sugestões ou críticas? Envia-nos um e-mail.



Nome: Miguel Luís Pinto Veloso
D. Nascimento:
11/05/1986
Idade: 23 anos
Nacionalidade:
Portuguesa
Naturalidade:
Coimbra
Altura:
1,80 cm
Peso:
79 kg
Clube Actual:
Sporting Clube de Portugal
Nº da Camisola:
24
Posição:
Médio-defensivo
Clubes Anteriores:
SL Benfica, CAC Pontinha, Olivais e Moscavide
Internacionalizações sub-21:
13
Internacionalizações AA:
5
Total de internacionalizações: 69


SPORTING x Olhanense
Competição:Liga Sagres (5ª Jornada)
Data: 21/09/2009
Hora: 20.10h
Local: Estádio José Alvalade, Lisboa
Transmissão: Sport TV


FC Porto x SPORTING
Competição: Liga Sagres (6ª Jornada)
Data: 26/09/2009
Hora:19.15h
Local:Estádio do Dragão, Porto
Transmissão: r Sport TV



COMPETIÇÕES NACIONAIS


Campeonato Nacional da 2ª Divisão B Zona Sul
Época: 2005/06
Clube: Olivais e Moscavide


Taça de Portugal
Época: 2006/07
Clube: Sporting Clube de Portugal


Supertaça Cândido de Oliveira
Época: 2007/08
Clube: Sporting Clube de Portugal


Taça de Portugal
Época: 2007/08
Clube: Sporting Clube de Portugal

INTERNACIONAIS


Campeonato da Europa Sub-17
Ano: 2003
País anfitrião: Portugal


Clica aqui para visitar o nosso canal de vídeos, onde podes encontrar os golos, os lances, as declarações e os momentos mais marcantes do Miguel ao serviço do Sporting e das Selecções Nacionais.


Sporting x Boavista
11.05.2008
Estádio José Alvalade
Faixa exibida no jogo Sporting x Boavista, no dia em que Miguel Veloso completou 22 anos - uma data que não podia deixar de ser assinalada. A imprensa desportiva, nomeadamente os jornais Record (clica para ver) e O Jogo (clica para ver) deram destaque a este gesto nas edições do dia seguinte. (Clica aqui para ampliar)

Se gostavas que o teu blog/site figurasse nesta lista, envia-nos um e-mail! :)

Sporting Clube de Portugal
. Site Oficial
. Portal Sporting XXI
. Sporting 100
. Leão da Estrela
. Sporting PlanetaPortugal.com

Futebol
. Fed. Portuguesa de Futebol
. SJPF
. LP de Futebol Profissional
. UEFA

Parceiros
. Leandro Romagnoli Online
.
Gema D'Arte
. O Treinador de Bancada
. Bancada Sul
. Izmailov7
. Ruben Amorim
. Di María 20
. Simão Sabrosa
. Bónus Apostas
. Leão Rampante

Imprensa Desportiva
. Jornal "Record"
. Jornal "A Bola"
. Jornal "O Jogo"
. MaisFutebol
. Desporto10

Vê aqui os posts mais antigos:
. Abril 2007
. Maio 2007
. Junho 2007
. Julho 2007
. Agosto 2007
. Setembro 2007
. Outubro 2007
. Novembro 2007
. Dezembro 2007
. Janeiro 2008
. Fevereiro 2008
. Março 2008
. Abril 2008
. Maio 2008
. Junho 2008
. Julho 2008
. Agosto 2008
. Outubro 2008
.
Novembro 2008
.
Dezembro 2008
. Janeiro 2009
. Fevereiro 2009
. Março 2009
. Abril 2009
. Maio 2009
. Agosto 2009




Número de visitas
(desde 3 de Setembro de 2007)